Notícias

Acompanhamento psicológico realizado pelo EVV é tema de Trabalho de Graduação

 

 

Ex-estagiário de psicologia do Programa Educando e Valorizando a Vida (EVV) apresenta Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) com foco na prática de direção veicular

 

O trabalho de acompanhamento psicológico realizado pelo EVV aos candidatos à obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) já foi tema de artigos científicos e reportagens publicadas na imprensa local. A abordagem mais recente é a pesquisa realizada no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do psicólogo Nilson Dias Castelano, que atuou como estagiário de psicologia no Programa nos anos de 2017 e 18.


A pesquisa buscou verificar a eficácia da intervenção psicológica nos candidatos à CNH que reprovam na prova prática de direção. Para isso, Nilson explica que foi necessário fazer um levantamento de dados de um período aproximado de oito meses.


"Foram realizadas sessões de psicoterapia com candidatos reprovados na prova prática de direção, com média 5 atendimentos por pessoa. O resultado da intervenção foi significativo, com 73% dos pacientes aprovados na prova prática, onde o apoio psicoterápico possibilitou minimizar as causas negativas que interferem no processo de realização da avaliação".


Ainda de acordo com o psicólogo, a pesquisa evidencia a importância do apoio psicológico que se estende além do processo de obtenção da CNH, ele enfatiza que não são só os candidatos que se beneficiam, "as pessoas próximas também estão envolvidas, e o alívio do sofrimento psíquico causado pelo processo favorece, também, familiares e amigos desses candidatos", defende.


O atendimento psicológico é realizado desde outubro de 2010 e direcionado os candidatos a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em Goiás que realizam reteste e apresentam dificuldades emocionais diante da situação de avaliação. O serviço é gratuito.


Banca de avaliação

A profª Ms. Ana Velasco Remígio, supervisora do estágio no EVV, participou como convidada da banca de TCC do curso de Bacharelado em Psicologia, realizada no dia 20 de junho, na Faculdade Estácio de Sá. Os graduandos Nilson Dias Castelano e Sabrina Cristina Alves dividem a autoria do trabalho, que obteve nota máxima.