Previous Next
      Iniciativa valoriza alunos e escolas que promoveram o debate e a reflexão sobre a importância das escolhas de cada um na construção de um trânsito mais humano. Cerimônia de premiação está prevista para ocorrer no início de dezembro.   O Detran-GO e o Programa Educando e Valorizando a Vida (EVV) da Universidade Estadual de Goiás divulgaram a lista dos vencedores do 1º Prêmio da Semana Nacional de Trânsito. São premiados doze estudantes e três escolas que apresentaram os melhores trabalhos sobre educação para o trânsito. Ao todo, foram recebidos 1.247...
      O Programa Educando e Valorizando a Vida, da Universidade Estadual de Goiás (EVV|UEG), informa que está aberta a chamada interna para cadastro de docentes da Instituição para o Curso de Examinadores de Trânsito, oferecido pelo Departamento de Trânsito de Goiás (Detran-GO). Confira o EDITAL. São oferecidas 100 vagas, e as inscrições podem ser feitas até o dia 15 de dezembro. Os docentes interessados em se inscreverem no curso não podem estar em Regime de Tempo Integral de Dedicação à Docência e à Pesquisa (RTIDP), devem ter idade mínima de 21 anos, Carteira...
      Troca de conhecimentos e a prática da reflexão coletiva sobre a gestão de dados públicos. Com essa pauta, a Coordenação de Tecnologia do Programa Educando e Valorizando a Vida (EVV/UEG), por meio do Gestor Governamental e coordenador da área Douglas Bernardes, apresentou a palestra "Mudando o paradigma de gestão de dados públicos: estudo de caso do Programa EVV/ UEG", durante o III Encontro Nacional de Gestão, Políticas e Tecnologias da Informação (ENGI 2017). A palestra apresentou os resultados e expectativas da mudança de paradigma na gestão dos dados públicos,...
  O Programa Educando e Valorizando a Vida, da Universidade Estadual de Goiás (EVV|UEG), torna público o resultado preliminar da seleção de docentes da Instituição para o Curso de Examinadores de Trânsito, oferecido pelo Departamento de Trânsito de Goiás (Detran-GO). Confira a lista com as inscrições deferidas AQUI. O resultado final da seleção será lançado no dia 21 de dezembro, conforme EDITAL.    

Crianças transportadas em motos são vítimas de acidentes

Mesmo proibidas de serem transportadas em motos, crianças até 7 anos, conduzidas irregularmente no veículo, figuram entre as vítimas de acidentes de trânsito no Brasil

De 2000 a 2011, a frota de motocicletas no Brasil teve um crescimento expressivo de 357%, conforme apontam dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Seguindo essa tendência, a fatalidade nesta categoria de veículos também aumentou. É o que revela levantamento da Seguradora Líder DPVAT, administradora do Seguro DPVAT, que indeniza vítimas de acidentes de trânsito nos casos de morte e invalidez permanente e reembolsa despesas médicas e hospitalares.

No mesmo período, as indenizações por morte envolvendo motocicletas cresceram 134%, chegando a 17.812 casos no ano passado, enquanto que as indenizações por invalidez permanente cresceram 1.378%, alcançando o número de 108.264 casos no ano passado.

Para Ricardo Xavier, diretor-presidente da instituição que administra o seguro DPVAT, debates são importantes para a troca de dados visando um panorama mais preciso da real situação da violência no trânsito brasileiro. "Apesar de os acidentes com motocicletas atingirem em maior número os jovens, essa é uma realidade que afeta a toda a população do país. Levantamentos do DPVAT apontam, por exemplo, um aumento na acidentalidade envolvendo crianças transportadas por motos. Estatísticas como essa são importantes para que seja traçada uma política eficiente de trânsito seguro de motos pensando em toda a sociedade brasileira", aponta Ricardo Xavier.

O estudo citado aponta que nos últimos quatro anos houve 1.582 indenizações por morte e invalidez permanente entre crianças de 0 a 10 anos quando estavam sendo transportadas por motos. Chama a atenção o fato de 58% destes casos terem ocorrido com crianças de até 7 anos, justamente a faixa etária proibida pelo Código de Trânsito Brasileiro para transporte em motos. "O CTB estabelece como infração gravíssima conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor, transportando criança menor de sete anos ou que não tenha condições de cuidar da sua própria segurança. Portanto, esse dado representa não só a irresponsabilidade dos adultos, como a ampliação de uma prática ilegal", afirma o diretor-presidente da Seguradora Líder DPVAT.

Nos casos de invalidez permanente decorrentes de acidentes com motos indenizados pelo DPVAT, 60% das ocorrências foram com vítimas de 18 a 34 anos, justamente a faixa que compreende grande parte da população economicamente ativa do país.

No Brasil, todo cidadão que sofre um acidente de trânsito, seja pedestre, motorista ou passageiro, tem direito ao Seguro DPVAT nos casos de morte (R$ 13.500), invalidez permanente (até R$ 13.500) e reembolso de despesas médicas e hospitalares (até R$ 2.700).

O processo para recebimento do seguro pelas vítimas de trânsito é simples e dispensa o auxílio de intermediários. Basta apresentar os documentos em um ponto de atendimento oficial no prazo de três anos a contar da data da ocorrência do acidente. Os endereços, telefones e mais informações estão disponíveis pelo site www.dpvatsegurodotransito.com.br e 0800 022 12 04 .

O pagamento da indenização é feito em conta corrente ou poupança da vítima ou de seus beneficiários, em até 30 dias após a apresentação da documentação necessária.

Fonte: Jornal Dia Dia

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Últimas Notícias

transitar detran e1

Vídeo do dia

Ouvidoria

ouvidoria estado

Aqui você entra em contato direto com nossa ouvidoria.

Acesse

acesse candidato

acesse exames

calendar